terça-feira, 27 de março de 2012

TRÊS É DEMAIS


Comissão do Senado aprova fim do 14º e 15º salários de parlamentares


    Por que não?
    Essa pergunta deve ser a resposta ao parlamentar Ivo Cassol (PP-RO).  Simplesmente porque ele axa q os salários dos parlamentares é baixo, e assim ele é contra o fim do 14º e 15º salários pagos a eles.
    Nossos parlamentares são os mais bem pagos do mundo, e nosso "salário minimo" é um dos mínimos mais mínimos do mundo.


    Veja quanto ganha um Deputado Federal:

·          Salário Mensal: R$ 16.512,09;

·          13º,+ 14º e 15º Salários;

·          Auxílio Moradia: R$ 3.000,00;

·          Cota Telefônica: R$ 4.000,00;

·          Passagens: R$ 9.000,00;

·          Assinaturas Mensais de Revistas: R$ 1.000,00;

·          Assistência Médica: R$ 8.000,00;

·          Verba Indenizatória: R$ 15.000,00;

·          Verba de Gabinete: R$ 60.000,00.


    Bem agora q vc já sabe qnt eles ganham, pode fazer a conta e fik bolado. . . aew eu te pergunto: precisa de 14º e 15º salários?
    "O relatório, de autoria do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que pedia o fim do benefício, foi aprovado sem nenhuma alteração. O tema agora será analisado pela Comissão Diretora do Senado e depois vai ao plenário da Casa
.
    No fim da semana passada, a Associação dos Servidores do Ministério Público Federal (ASMPF) questionou no Supremo Tribunal Federal (STF) acabe com o pagamento do 14º e 15º salários, pagos aos parlamentares desde 1995. O pedido será analisado pelo ministro Ayres Britto.   A entidade pediu ainda para que o ministro conceda liminar (decisão provisória) para suspender o pagamento até que a legalidade do benefício extra seja analisada pelo STF. Para os servidores do MPF, os dois salários a mais por ano recebidos pelos parlamentares são "camuflados" como ajuda de custo e ferem o princípio da igualdade.
    -- "O pagamento de '14º e 15º subsídios' aos parlamentares ofende flagrantemente o princípio da isonomia, conferindo tratamento desigual e contrário àquele que se aplica aos demais agentes públicos, que somente recebem ajuda de custo quando são obrigados a mudar de residência e no interesse da Administração", afirmou a entidade na ação proposta ao STF". 


Fonte: G1 Política